Inicio

sexta-feira, dezembro 09, 2011

O sentido do tempo

Quando nada faz sentido e de repente, o sentido nada contra algo que  deveria simplesmente afogar-se em meio as águas, tão rasas quanto a profundidade de um pequeno lago..
Quando um lago torna-se tão fundo, que seu conteúdo se transforma num belo mar...
 Com seu horizonte infinito aos olhos... Mas cuja distância pode ser percorrida finitamente...
Ao longo de um determinado tempo, independente de quando e quanto seja esse tempo...
Tempo é sempre tão relativo...
Algumas vezes neutro.
Outras, toma partido e parte pra briga com você, te ajuda a conseguir o que quer.
Algumas vezes invisíveis, nem o vejo passar.
Ele pode ser bondoso pra uns, cruel pra outros...
 Ele pode ser lento, mas também  pode ser bem rápido...
 Pode ajudar ou atrapalhar...
Pode?
Será que o tempo pode tudo isso?
Será que ele é tão poderoso ao ponto de interferir poderosamente em nossas vidas...??
Sinceramente...?
Tenho dúvidas o quanto pode cada pessoa, coisa, atitude, sorriso, lágrima, o sim, o não.
Dizer do que é capaz ou não é uma forma de limitar e ao mesmo tempo de impor a responsabilidade de cumprir expectativas.
Saber meu limite é uma coisa, e me limitar a ele é outra.
Prefiro ser surpreendida pelo certo desequilíbrio equilibrado de ter em mim a certeza e incerta de até onde o tempo pode ou não interferir,até  onde ele estará ou não ao meu lado.. De quantas vezes ele irá ou não me ajudar a conseguir o que quero.
Sei que pra descobrir tudo isso só vou precisar esperar...
Vou precisar de tempo...
Ao ler isso sinto que falta algo.
Talvez não sejam palavras, mas apenas atitudes de tempo ou tempo de ter atitudes que possam ser expressas em palavras e não sei  qual ou em quanto tempo.

6 comentários:

  1. Que profundo "Tia"..
    Um texto para se refletir..
    Afinal, 'ao ler esse texto sinto que falta algo'.

    ResponderExcluir
  2. sentimento, coração, naturalidade... tudo isso a gente vê por aqui! Adorei! Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Divo! Acho que poucas vezes li um texo que realmente me fez refletir não estou dizendo só porque foi minha irmã que escreveu, mas porque ele realmente me fez refletir. Está realmente digno de uma salva de palmas,beijos .

    ResponderExcluir
  4. Não acredito que o tempo tenha atitudes, nós que devemos ter atitudes diante do tempo.
    Deixá-lo escorrer como a areia de uma ampulheta é uma opção nossa, da mesma forma que torná-lo especial e único como o segundo que não volta.

    ResponderExcluir
  5. "Quando nada faz sentido e de repente, o sentido nada contra..."
    "Outras, toma partido e parte pra briga com você..."
    Gostei bastante deste, Mila. Parabéns, escrever é um ato purgatório!

    ResponderExcluir